Claire Barkley

O machado da justiça

Description:

Olhos: Azuis
Cabelos: Pretos
Altura: 1,67 m
Peso: 58 kg
Idade: 20

Sempre de mau humor, Claire quase nunca se sente alegre. Costuma se vestir quase que exclusivamente de preto e usar couro, especialmente botas cano longo, prefere roupas justas que definem a silhueta do corpo sem atrapalhar muito a movimentação. Usa os cabelos em dreads presos em tranças, penteado comum no visual cybergoth. A pele branca seria impecável não fosse pelas profundas olheiras que emolduram seus olhos azuis. Sempre carrega consigo uma mascara de gás, óculos de proteção e seu fiel machado que lhe acompanha desde o “inicio”, ele possui as palavras “C:\Hack” entalhadas no cabo.

Curiosidade:
Claire evita ao máximo dormir, pois tem pesadelos constantes. Para se manter desperta e reduzir o consumo de alimentos ela injeta regularmente noraepinefrina e epinefrina e como resultado é viciada nas substancias. O que acarreta em vários efeitos colaterais como ansiedade, dores de cabeça e ataques de pânico. Além de um aumento na frequência e intensidade em suas respostas emocionais negativas como medo, raiva e depressão. O que explica seu mau-humor constante.

Atriz Referência:?

Bio:

Que pena… Você está aí amarrado numa cadeira sem nem saber o motivo. Eu vou resolver seu problema, vou te contar uma história. Ela é meio longa, mas temos todo o tempo do mundo… Não é?

13 anos atrás na vizinhança de Arcadia em Phoenix, Arizona, havia uma típica menininha americana. Só mais uma na multidão, até que em uma noite tempestuosa a menininha teve um pesadelo terrível e resolveu ir dormir no quarto dos seus pais quando ouviu gritos medonhos. Assustada, ela correu até a segurança dos seus parentes. Mas lá ela só encontrou MORTE E SANGUE!!!

Oh… Desculpe-me. Eu faço movimentos bruscos quando me exalto. Você não usava muito esse dedo, usava? Onde eu parei mesmo… Sim! Morte e sangue. A menininha encontrou os pedaços dos seus pais no quarto e nem conseguia diferenciar quais eram do pai e quais da mãe. Mas havia algo mais naquele cômodo, algo vivo, porém tudo que ela se recorda é de um sorriso largo e cheio de dentes. Aquele rosto ficou gravado na sua mente.

A menina saiu daquela casa e, sem pais, foi para um orfanato onde ela conheceu outras crianças. Mas tudo que ela conseguia ver era aquele rosto, em todos os lugares, em todas as faces lá estava aquele sorriso. Ela se afastou de tudo e de todos, os anos passaram e aos 17 ela foi posta pra fora de lá. A primeira coisa que ela fez quando saiu? Adivinhe! Ah. É mesmo, não dá pra falar amordaçado… Eu te respondo então: Ela vagou por toda cidade procurando o filho da mãe que transformou sua vida num inferno!

Um dia ela entrou numa loja de conveniência para pedi informações e comprar comida quando um assaltante tentou roubar a loja. O bandido estava distraído no balcão exigindo dinheiro, não havia percebido a presença de mais alguém no local. A garota agiu automaticamente, sem pensar, Pegou o machado de incêndio e o atingiu com toda força nas costas. Ele caiu… Morto, a garota saiu rapidamente de lá ainda portando a arma do crime.

Foi então que ela percebeu: assim como ela varias outras pessoas sofreram por culpa de DESGRAÇADOS COMO VOCÊ! E ela tomou uma decisão. Que matar o assassino de seus pais não seria o fim, e sim o “inicio”. Ela iria pegar todos eles, todos os criminosos, sejam eles grandes ou pequenos. Cadeia é bom demais pra esses caras. Piedade? Se eles tivessem isso eu não estaria aqui agora, com você, então por que EU tenho que ter? Assim que eu acabar com você minha maldita cruzada começa. Mas pra que pressa, não é mesmo? A noite só está começando, e eu estou querendo DIVERSÃO! Eu até fiz um roteiro de atividades e podemos dividi-lo em partes…

Claire Barkley

InterMundos Chronicles Yuu